half banner
Eventos
feed   Você está em: Eventos de Festa
A+ | a-
Bloco pré-carnavalesco Galo Cego
Não indicado para menores de 12 anos
Publicado em: 05/01/2018 pela equipe do Brasília Web

Bloco pré-carnavalesco Galo Cego

8ª edição do GALO CEGO anima pré-carnaval de Brasília.

   

Local: Outro Calaf
Data: 03/02/2018

O Setor Bancário Sul será palco novamente este ano de uma explosão de alegria, paz e muito samba. Sábado, dia 03 de fevereiro, (sempre um sábado antes do carnaval, como já é tradição) o bloco pré-carnavalesco Galo Cego vai levar seu som vibrante pelas ruas do centro nervoso de Brasília.

A concentração será em frente ao Outro Calaf, a partir das 13h. Este é o sétimo ano consecutivo em que o Bloco Galo Cego anima Brasília numa instigante prévia do carnaval. Além do samba de qualidade, a marca registrada do bloco é um retorno aos áureos tempos da folia de Momo, com foliões e os próprios músicos vestidos a caráter. “A ideia é estimular as pessoas a irem fantasiadas, incorporarem as fantasias e curtirem um carnaval de rua democrático ao som do samba, em um ambiente cheio de brincadeiras. Ambiente típico de carnaval, mas tudo na maior paz e serenidade”, conta o advogado Fábio Aires, um dos fundadores do Galo Cego.

O repertório do bloco vai das tradicionais marchinhas de carnaval aos grandes clássicos do samba, com espaço para samba-rock e partido alto. O Galo Móvel começará seu percurso pelo Setor Bancário Sul às 13h. Depois, ainda tem um segundo tempo dentro do Outro Calaf, com o Galo Cego arrebentando nos batuques até às 22h.

História

Formado por engenheiros, servidores públicos, arquitetos, advogados, economistas e até músicos profissionais, como o vocalista Bruno Dourado (InNatura) e o baixista Luís Maurício (Natiruts), o Galo Cego foi criado em 1988 como uma roda de samba entre amigos. Ao logo dos anos, no entanto, a brincadeira ficou profissional e começaram os convites para apresentações em bares e festas de Brasília. Em 2011, o Galo foi literalmente para as ruas, animar pela primeira vez os foliões no Setor Bancário Sul.

O que era para ser uma simples reunião de família, com aquela batucada conhecida em várias famílias de Brasileiros, após 20 anos de brincadeiras e uma 1ª edição bem divertida ocorrida no Carnaval 2011, vem aí a 8ª edição do BLOCO DO GALO CEGO em 03 de fevereiro (sábado), como autêntico Bloco de pré-carnaval à fantasia.

Essa batucada nasceu dentro da casa do percussionista Bruno Dourado, onde seu pai Amaro, profundo apreciador da boa música e de instrumentos de percussão, começou a ensinar seus filhos. Apelidado por um amigo, como Galo Cego, Amaro foi quem deu os primeiros passos para o que hoje se conhece como Sambão do Galo Cego.

Logo na adolescência, Bruno (percussão) seguindo os passos do pai, se juntou com os amigos Luis Maurício (baixista Natiruts – vocal do Galo Cego), André Carneiro (cavaquinho e bandolim) e Fábio Aires (surdo) para celebrar a arte da batucada, e logo vieram os outros amigos e hoje o Galo Cego conta com 30 ritmistas, todos amigos que comandam uma autêntica batucada brasileira, com direito a muita alegria e muita energia provinda dos tambores.

O repertório é repleto de Clássicos do Samba como Vou festejar –(Chora não vou ligar, chegou a hora... - Beth Carvalho), O amanhã (a cigana lê o meu destino... – Simone), Trem das onze (Adoniran Barbosa), de clássicos de Chico Buarque como O Bêbado e o Equilibrista, A Rita, Feijoada Completa, do swing de Jorge Benjor, além de Sambas Enredo das escolas do Rio de Janeiro.

“A grande característica do Galo Cego é a emoção, onde o grupo se diferencia por ser uma reunião de grandes amigos que transbordam alegria por onde passam”, destaca Fábio Aires.

Fonte: Bruna K Marques - Assessoria de Comunicação
SERVIÇOS

Local: Outro Calaf
Endereço: Setor Bancário Sul, quadra 2 - Térreo do Edifício João Carlos Saad - Brasília
Telefone do Local: ---
Data: 03/02/2018
Ponto(s) de Venda(s):
Entrada franca
Valor dos Ingressos:
Entrada franca



super banner
ultimas
Desenvolvido por: Logo PortalBSB © 2000/2018 - Portal BSB Soluções em Internet | Certificado de Acessibilidade validado pela W3C na modalidade máxima WAI-AAAA e WCAG 1.0 | Certificado de Acessibilidade do código CSS validado pela W3C | Certificado de Acessibilidade validado pelo Acesso Brasil